Energia é o que não falta para essa piauiense que se mudou para São João de Meriti e há 11 anos mora na rua São Jorge, no bairro Jardim Metrópole. Ela trabalha na capital como operadora de caixa e todos os dias acorda cedo para cumprir a rotina de trabalho. Mas, tem duas coisas que ela não abre mão: fazer exercícios físicos e correr atrás dos seus direitos. Por isso, não se conformava em não ter rede de esgoto na sua rua. “Eu tinha uma fossa nos fundos de casa, mas estava dando muito problema, porque o esgoto infiltrava e o mau cheiro era insuportável. Eu chegava do trabalho, morta de cansada, e não conseguia descansar direito por causa do odor de esgoto que incomodava muito”, conta Francisca dos Santos.

O bairro possui em torno de 20 mil moradores e alguns trechos já contam com rede pública de esgoto. No entanto, a falta de manutenção, até a chegada de Águas de Meriti em outubro de 2015, comprometeu o estado das tubulações, como vem mostrando o levantamento técnico do sistema de esgotamento sanitário, que está sendo feito no município. No último semestre, o Serviço de Atendimento ao Cliente da concessionária registrou mais de 200 pedidos para reparos para sanar vazamento de esgoto no Jardim Metrópole. Recuperar e ampliar as redes de esgoto é a meta de Águas de Meriti.

Francisca já está sendo beneficiada com a implantação da rede na rua São Jorge, o que vai permitir a coleta e o tratamento de esgoto. “Esse tipo de obra traz dignidade para o morador e progresso para a cidade onde a gente vive”. Agora que eles fizeram a parte deles eu tenho que fazer a minha e ligar a minha casa na rede. Eu e os meus vizinhos! E sem esgoto na rua dá até para fazer uma boa caminhada por aqui mesmo, diz Francisca.